Veja todos os shows que puder

Eu sempre fui do tipo de pessoa que nãoia ver as bandas que curtia. Dificilmente ia num show, ou por falta de grana ou por preguiça, ou até por não querer ir sozinha.

Então um dia um amigo abriu uma produtora musical e me convidou para trabalhar com ele. Aceitei na hora, sem pensar duas vezes. E comecei a ver todas aquelas bandas que eu ouvia na adolescencia e curtia. Uma delas foi o Millencolin e que show maravilhoso!

Millencolin

L de Lena, porque somos desses

E no fim de semana passado, depois de anos, consegui ver 2 bandas que, por diversos motivos $$, ficava impossibilitada de ver.

Depois de muitos corres (Valeu Lívia! Valeu Victor!), troquei meus ingressos de sábado de Los Hermanos para domingo e fui ver Muse. Que show! Me arrepiei toda. Demorei quase 10 anos para matar a vontade de vê-los ao vivo. Pqp!, o som é igual ao que tocava no talo do meu mp3 a noite enquanto ia para a faculdade. Tantas lembranças, tanto Muse em momentos da vida.

No domingo foi Los Hermanos. Me arrepiava.
Chorei, pulei, gritei…
Queria que nunca terminasse, queria chorar pra sempre, cantar mais alto…

O que eu quero dizer, é que em um show, você extravasa. Solta tudo de bom, de ruim que está dentro de você. Se liberta de um jeito único e ao mesmo tempo parecido com quem está do seu lado. Sentindo a mesma vibração, a emoção daquela galera no palco.

Não deixe de viver. Veja todos os shows que puder!

Comentários