Sobre o meu cabelo rosa

“O bom filho à casa torna”, e cá estou eu de volta ao Cintura Larga!
Desde que o blog deu uma pausa minha vida mudou muito, mas não vou enrolar, não! Já vou direto ao assunto: hoje sou cabeleireira! Na época em que o blog surgiu eu era bibliotecária (tudo a ver!).

Bom, pra quem não sabe, meu nome é Nataly Munhoz e sou cabeleireira, comecei minha carreira no Soho Hair e atuo como assistente do Ricardo Chamorro no Circus Hair Augusta.
Cuidarei da parte de Moda & Beleza do Cintura Larga, dando dicas de como cuidar do seu cabelo, dicas de maquiagem e de moda!

Hoje falarei sobre o meu próprio cabelo. Aqui, fotos de como ele já foi:

Atualmente estou com o cabelo rosa… Mas ele já foi vermelho, roxo e azul também e sempre volto pro rosa. Todos falam que combina comigo então não pretendo mudar tanto, a não ser variar entre os tons de rosa.
Eu fiz a descoloração neste domingo e pra conseguir chegar no objetivo que queria precisaria chegar num fundo de clareamento 10. Não entendeu nada, né? Vou ilustrar aqui:

Fonte: Loucas Por Shampoo

Fonte: Loucas Por Shampoo

Ainda não entendeu nada, né? Então: eu estava com 4 dedos de raiz no meu tom natural, meu cabelo é originalmente castanho claro (ou seja, altura de tom 5) e eu precisaria descolorir essa raiz para chegar num fundo de clareamento amarelo muito claro (10 ali na tabela). OU SEJA: precisaria clarear MUITO a minha cor natural. Meu cabelo é bem espesso e dificilmente eu conseguiria chegar no fundo 10. Aguentei até um fundo 8 já com a cabeça fervendo (no caso, quase 2h de descolorante na cabeça, êta sofrimento!). Não foi muito fácil, eu queria que meu cabelo ficasse rosa bebê, mas não deu. Até tentei, porque na raiz eu consegui chegar no 10, mas no comprimento/pontas parou no 8 e não saía disso. Testei a tinta e foi um desastre (eu sabia que não ía rolar, mas sabe como é, cabeleireiro gosta de desafios…) e aconteceu que minha raiz ficou realmente rosa bebê e as pontas alaranjadas (pigmento vermelho da tinta+o fundo amarelo=laranja), ficou uó. Isso porque sou cabeleireira! Hahaha

Daí então decidi usar a cachola e a minha experiência em salão pra criar a minha cor sem ficar alaranjado. Aqui o meu segredinho:

4 partes de Keraton Isane Pink + 1 parte de Keraton Ultra Violet + 8 partes de hidratante

4 partes de Keraton Hard Colors Isane Pink + 1 parte de Keraton Hard Colors Ultra Violet + 8 partes de hidratante*

As medidas você pode variar, eu vou mais de olho. A mistura costuma ficar mais violeta que pink pois o pigmento é bem concentrado, mas o resultado no cabelo é outro!
*O hidratante que usei foi o NAAT Brazilian Keratin Intensive Hair Mask, da NuNAAT (recomendadíssimo!)

– Mas, Nataly! Por que o violeta?
O violeta evitou que meu cabelo ficasse alaranjado, já que eu “dissolvi” o Insane Pink no hidratante! Eu poderia usar só o Insane Pink puro, só que ficaria MUITO forte. Tipo assim:

Fonte: Kert

Fonte: Kert

E eu queria um pink mais “aceso”, então o resultado foi esse:

TCHANANNN!

Eu gostei bastante do resultado. Ficou um tom de pink que eu amo!

ATENÇÃO: não façam descolorações sozinhas em casa, sempre procurem ajuda profissional de confiança. Cabeleireiro é igual médico, miga!

Espero que tenham curtido o post, beijos e até a próxima!

Comentários