Meu corpo

Meu corpo, minhas regras!

Pensei em escrever sobre diversas coisas, e até escrevi, mas hoje ao acordar me deparo com a seguinte mensagem:

”Olha esse link: Fotógrafo cria polêmica ao fazer ensaio sensual verdadeiro com mulheres obesas, o que você pensa sobre isso, cara?”

Senta aí nessa cadeira que eu vou bem te dizer o que eu penso, meu bem!

ensaiosensual.jpg

Não é de hoje que a gente bem sabe que os padrões de beleza não são os tamanhos G, GG e EXG, não é de agora que eu, você, todo mundo lê coisas como “Gorda não pode usar calça assim ou blusinha assado” e a grande verdade é que: NÃO É DA CONTA DE NINGUÉM o que as pessoas gostam ou não de vestir c:

Acho lindo ver uma mulher/homem feliz com o corpo delx, e quando digo ‘feliz com o corpo’ é com qualquer tipo de corpo (magro, gordo, comprido, curto, negro, branco, amarelo ou rosa). “Mas Taliiiiita, essas mulheres estão se expondo ao ridículo”, partindo do princípio de que nem tudo o que fulano gosta beltrano também vai gostar, eu discordo plenamente disso.

Tenho um conhecido que tem uma verdadeira tara por meninxs que usam números maiores, ele diz o seguinte “gosto é de carne, de ter onde pegar”. Vocês, gente chata e cheia de preconceitinho besta, precisam parar com essa coisa de achar que mulheres e homens que tem ‘umas carninhas’ a mais são ogros desprovidos de sentimentos, sério, PARA AGORA!

Ninguém é obrigado a gostar das mesmas coisas, dos mesmos corpos, as pessoas deveriam ser obrigadas a respeitarem umas as outras, sabe!? Nunca nessa vida deixem que a opinião babaca de gente babaca afete vocês, sério, não importa o tamanho da sua roupa, a sua sexualidade, a cor do seu cabelo e etc, cada um é cada um e tem o direito de ser feliz (desde que ser feliz não envolva você matando alguém, né amigx?!)

Eu sou brega, eu sou clichê e vou terminar o post com essa música aqui:

Até a próxima :*

Comentários