Tem graça amar tanto ou não? Homenagem ao @temgracaounao

Conhecem mais um Mike & Molly da vida real? É o nosso querido casal, Eder e Tati. 

QUEM?

É o @temgracaounao do famoso bordão MEU DEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEUUUUUUUUSSSSSSSS!!! E queridinho da Eliana e sua esposa, que hoje resolveu fazer uma declaração de amor pro maridão! Olha que coisa mais linda, gente! <3

 

 

 

“Quando eu conheci o Eder foi muito engraçado, porque nós tínhamos amigos em comum, mas não havíamos conversado ainda. Eu estava com minha amiga e ele com um amigo e era para ele ficar com ela, coisa que não aconteceu (ufa!) rs.

Estava no horário do intervalo da escola, quando o sinal bateu e eu teria que subir. Fiquei sentada e ele se prontificou a me ajudar a levantar. Peguei sua mão e ele não largou mais. Falei para minha amiga: “Olha arrumei um namorado!” e ele sorriu e me levou até a minha sala de aula.

Nesse dia começamos nos falar e após o término da aula na escola ele foi à minha casa com uns amigos em comum. Conversamos bastante e ficamos amigos, indo e vindo da escola juntos.

Um belo dia rolou nosso primeiro beijo. Depois disso não nos desgrudamos mais e começamos a namorar.

Ficamos noivos aproximadamente um ano depois de namorados, no dia 28/12/2003 e casamos no dia 16/04/2005 data que também é comemorado o aniversário dele. ♥

Nós casamos em Suzano, porem fomos morar em São Paulo na Vila Formosa, em uma casa nos fundos da casa dos avós dele. Ficamos morando lá por quase dois anos, quando descobrimos que eu teria dificuldades para engravidar. Por isso resolvemos voltar para perto da família, que moram a maioria em Suzano. Retornando em Suzano comecei os exames e tratamento para engravidar.

Foram quase dois anos de tratamento e exames de Beta HCG negativos. Um belo dia veio o tão sonhado “Sim”. Nós estávamos grávidos ♥ A partir dai foi uma batalha, pois tive que fazer repouso e uso de medicamentos para conseguir levar a gestação até o fim. O engraçado é que Eder sempre preocupado comigo, todo dia me trazia desenhos que ele comprava no trem na volta do serviço pra me entreter com alguma coisa em casa e não ficar somente preocupada com a gravidez.

Eu também fazia artesanato em fraldas para o bebê. Passado o sexto mês nós podíamos curtir mais minha gestação, pois os meses de risco já haviam passado e também já havíamos descoberto que seria uma menininha =D. Quando completou o sétimo mês fiquei internada, porque eu desenvolvi Hipertensão Gestacional e para não ter complicações comigo e a Heloíse. Foi feito uma cessaria com oito meses e todo o tempo ele presente perto de mim, me passando muita força, sem ele do meu lado seria muito difícil. Ele participou do meu parto e ainda conseguiu filmar tudo. Essa foi à emoção maior ver que minha família estava ali! Até hoje assistimos o parto, agora junto com a Heloíse, que fica muito emocionada a vendo nascendo na TV.

 

Por conta de todo aquele mix de emoções eu desenvolvi a Depressão pós-parto e foi a pior barra que passei até hoje. Eu chorava muito, não tinha forças e minha pressão ficava muito alta e acabei indo varias vezes aos prontos socorros de Suzano.

Minha mãe largou o serviço e veio cuidar de mim e da Heloíse, porque por mais que o Eder queria estar junto da gente e cuidando de mim, ele tinhas as obrigações dele no trabalho. A pior parte para mim foi não ter conseguido amamentar a Heloíse por conta dos antidepressivos que tive que tomar meu leite secou =/

Mas com a força de Deus, do meu amor Eder, minha mãe, Família e a Helô que dependia de mim eu fui me reerguendo e começamos ai sim a viver nossa vida a três normalmente. Depois desse turbilhão de emoções foi e é só alegria! Mesmo ele trabalhando tanto para nos oferecer o que pode de melhor, nós acabamos conseguindo conciliar as coisas e ficar a maior parte do tempo juntos.

Ele representa para mim um pulso de vida, quando eu mais preciso ele aparece me fazendo rir quando eu não tô afim. E me entende quando eu não tô bem. (coisas de mulher)

O que quero que as pessoas entendam é que o Eder (Tem Graça ou Não) não é só um “Gordo que só faz gordice”, como dizem os haters nos comentários dos vídeos dele, e sim um ótimo marido, perfeito e presente PAI e que tenta ao máximo ser feliz e fazer feliz as pessoas que o rodeiam. Ele contagia as pessoas.

 Me sinto privilegiada por ele ser meu esposo e sou muito feliz por isso!

 Eder Aristides do Nascimento obrigado por existir e fazer de mim a mulher mais feliz e realizada do mundo todo.”

 

 

 

Comentários