Fattitude: Lily Bella Muerte

Nem todo mundo quer/precisa emagrecer! Algumas garotas estão bem e muito felizes com seus corpos! E por que não enfatiza-los?

 

Lilian, 23 anos,  na casa dos 100 quilos, muito bem resolvida e saudável (o que é mais importante). 

tatoo
Trabalho com modificação corporal, o que também acaba sendo um vício e hobbie (to até na vantagem, quanto mais espaço mais tattoo cabe no corpo hehe).

Desde pequena sempre fui gordinha, então, eu não faço a mínima ideia de como seja a sensação de ser magra. Na verdade não acho que muda muita coisa. Nunca tive a pretensão e nem a vontade de ser magra, já cheguei a perder 30 kg de uma vez e quis engordar um pouco de novo, pois eu não me sentia bem.

Acredito que tudo seja uma questão de aceitação, de amor próprio e de se valorizar, independente do seu peso. Eu tenho hoje plena certeza que me amo e me aceito assim. Nunca tive grandes problemas por ser gordinha (tirando piadinhas ridículas que fazem parte da vida), me amo e amo minha pancinha.

Até fiz uma tattoo na  pra homenageá-la, escrito EGO, que serve pra mim pra registrar que me amo incondicionalmente independente do tamanho que eu esteja. 

Hoje em dia se fala muito em Plus Size e aquele padrão magrela está mais em baixa… Sempre será mais bonito ser magrela! Se eu me incomodo com isso? Nunca! Penso que também é uma questão de gosto, afinal o que seria do branco se todo mundo só gostasse só do preto ou vice-versa?

O importante mesmo, acima de tudo é a saúde, se você está bem com seu corpo e mente, sua aparência é o de menos. Pra finalizar, gostaria de deixar um recado pra todas as gordinhas lindas que ainda sentem algum tipo de complexo decorrente ao peso: Meninas, vcs são lindas independente de tamanho. Se amem, se valorizem! E jamais deixem que digam que você não é maravilhosa 😉 

 

Comentários